Para não deixar de comprar calçados, brasileiras parcelam e lideram uso do crediário

Setor foi responsável por 4,6% das compras parceladas realizadas por elas no País, nos meses de junho, julho e agosto, atrás apenas de vestuário e saúde.

Mesmo em tempos de crise econômica, as brasileiras não querem deixar de comprar sapatos. De acordo com o estudo Perfil de Crediário no Brasil, realizado pela MultiCrédito, os calçados foram responsáveis por 4,6% das compras parceladas realizadas por elas no País, nos meses de junho, julho e agosto, ficando atrás apenas dos segmentos de vestuário e saúde.

Mas afinal, quem são essas compradoras? De acordo com a pesquisa, as principais responsáveis por esses gastos moram em Minas Gerais (24,2%), seguidas pelas consumidoras de São Paulo (23,9%) e Pernambuco (17,4%). Elas são majoritariamente jovens, com idade entre 21 e 30 anos, solteiras e sem filhos (45,1%). Possuem Ensino Médio completo e trabalham em empresa privada (41,6%).

Com o dinheiro escasso para realizar compras à vista, as consumidoras lideraram o uso do crediário durante o trimestre, em larga vantagem sobre os homens. Ainda segundo a pesquisa, foram responsáveis por 74,5% das compras parceladas no último trimestre (junho, julho e agosto), enquanto os homens totalizaram 25,5%.

Mesmo ao parcelar compras para poder consumir mais, as brasileiras não têm procurado o luxo na hora de adquirir novos produtos, uma vez que a maioria dos débitos realizados no período está entre R$ 50,01 e R$ 199,99 (45,9% das compras). Os valores estão alinhados ao rendimento médio das principais consumidoras, que recebem mensalmente de um a dois salários mínimos (21,8%). A pesquisa foi realizada com 1.405 consumidores durante o período.

Fonte: Primeira Página